sexta-feira, 20 de maio de 2011

O fascínio dos diamantes



O Diamante talvez seja a pedra preciosa mais cobiçada e fascinante. É a única pedra preciosa que é composta por apenas um elemento, o carbono. Por sua dureza, só pode ser cortada por outro Diamante. A natureza nos surpreende, mais uma vez, quando se compara um pedaço de grafite com o Diamante. Ambos são compostos de carbono, sendo que, o que os diferencia é a forma como os átomos de carbono estão ligados. O grafite corre suave e macio sobre uma folha de papel. Já o Diamante, por sua dureza, é usado não só na joalheria, como também na indústria.Somente 20% de toda a produção mundial é utilizada na joalheria e os 80% restantes vão para a indústria.
Esta pedra preciosa, aparece com frequência nos emblemas esotéricos como, por exemplo, nas sociedades rosa-cruzes. O Diamante representa o "centro místico radiante", e simboliza a luz e o próprio adepto. No Budismo vajrayana (vajra=diamante), típico do Tibet, essa pedra está conectada com o Sol, é atributo das divindades mais importantes, e simboliza também o próprio poder divino.
A origem da palavra diamante é controversa. Alguns acreditam derivar do sânscrito "dyu" que significa "ser luminoso", divindade, outros acreditam que se origina do latim. Na língua grega 
significa "inconquistável, indomável" devido à sua dureza. Independentemente da origem da palavra, o diamante sempre esteve associado ao seu brilho e eternidade.
São muitas as histórias e lendas que cercam a mais preciosa de todas as pedras. E, são muitos, também, seus significados místicos. Os gregos, por exemplo, acreditavam que seriam lascas de estrelas que caíam do céu. 
Não faltam histórias e lendas sobre o Diamante. Elas aparecem em muitas civilizações, como dos celtas, egípcios, romanos, hindus, nas tribos indígenas brasileiras. Um exemplo, é a estória de Potira , que significa "flor" e de seu marido Itagibá  ou " braço forte".Segundo a lenda, Itagibá era um forte guerreiro que vivia com sua bela esposa à beira de um rio, na região Centro-Oeste. Um dia, todos os guerreiros da tribo tiveram que partir para lutar em uma guerra, inclusive Itagibá. Quando foi se despedir do marido, à beira do rio, Potira não derramou sequer uma lágrima, nem mesmo quando viu a canoa de seu amado partir. Daquele dia em diante, Potira ia todos os dias ao mesmo lugar, às margens do rio, esperar que seu marido voltasse. Muito tempo se passou até que os guerreiros voltaram, mas Itagibá não estava entre eles. Potira,então, percebeu que seu marido havia morrido. Imediatamente, Potira começou a chorar e passou a vida inteira assim, chorando pela perda do marido. Tupã, o deus dos índios, vendo Potira tão triste e chorando tanto, ficou com pena da pobre índia e transformou suas lágrimas em Diamantes, que se misturaram às águas e à areia do rio. As lágrimas, significam, então, a saudade e o amor de Potira por Itagibá.


Os Diamantes tem significado, inclusive, para aqueles que interpretam sonhos. Sonhar com a mais valiosa pedra preciosa que existe  pode significar vaidade, sinal de tesouros ou riquezas, tanto do ponto de vista material quanto espiritual. Pode significar, também, complexo de inferioridade e, até mesmo, ambições realizadas por meio não muito honestos. 
Quando for utilizado para finalidades terapêuticas, deve-se esquecer o valor material do Diamante. O diamante consolida relacionamentos. Encoraja o amor, a inocência e a longevidade. É excelente para ser usado com outras pedras de cura por sua capacidade de ampliação energética.Remove bloqueios da personalidade e disfunções sexuais, além da negatividade emocional.
O Diamante é perfeito para ser usado por pessoas que estão com a auto-estima em baixa, inseguras ou ansiosas.Com sua luz branca, que é o perfeito equilíbrio de todas as cores, o Diamante é um mestre da cura. É o estado ideal, onde todas as forças curativas trabalham juntas na emissão energética.
O Diamante azul inspira maiores cuidados com nossa saúde e fortalece nossa força de vontade. O Diamante amarelo nos torna mais solícitos e mais atenciosos. Já o Diamante Negro nos dá coragem para olharmos dentro de nós mesmos sem complacência ou ilusão e o Diamante Rosa estimula a criatividade.
Infelizmente, sua beleza e poderes estão, hoje em dia, envoltas em tristes histórias de guerras gananciosas. Um exemplo, é a guerra civil de Serra Leoa, que foi até pano de fundo do filme Diamante de Sangue, estrelado por Leonardo diCaprio.
Existem alguns Diamantes muito famosos e, cada um deles, tem sua história e nome próprio. No próximo post, falaremos sobre eles.
Tenham uma ótima sexta-feira!Obrigada pela visita e não esqueçam de se inscrever em nosso sorteio!

Visite nossa loja:


Fontes: tudojoia.com.br, lendaviva.com.br, Wikipedia, Google Images,www.joiabr.com.br










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário que, assim que possível, o responderemos! Obrigada pela visita!