terça-feira, 22 de março de 2011

Vermelho, intenso, vibrante! Assim é o rubi!


Ao lado da safira e da esmeralda, o rubi só perde para o diamante em termos de dureza e faz parte das gemas mais tradicionais da joalheria. Seu nome vem do latim "rubinus" e quer dizer "cor vermelha".  

É tido como a mais antiga das pedras e, por isso mesmo, é cercada de lendas. Uma delas afirma que se trata de uma gema sagrada, citada até na Bíblia, que deve ser usada sempre do lado esquerdo para dar proteção. Há também a crença de que as lágrimas de Buda teriam se transformado em rubis, o que explica o fato dos budistas a considerarem sagradas. Em função da sua cor rubra, acredita-se que a gema está associada ao sangue, favorecendo o amor, a beleza e o sucesso. Para os esotéricos ele é a energia criativa dedicada aos aspectos mais elevados do eu-superior. 


Raros, praticamente não existem mais minas onde essa preciosidade possa ser garimpada. Exatamente por isso, a gema se tornou ainda mais preciosa. A pedra pertence ao grupo do corindon, o mesmo da safira e, em algumas formações geológicas, são encontrados junto com espinelas vermelhas, cujos bons exemplares são tão valiosos quanto o rubi. Os rubis verdadeiros quase sempre apresentam várias imperfeições. Os exemplares mais notáveis vêm da Birmânia (Vale de Mogok), onde são explorados há mais de cinco séculos.Ocasionalmente, o rubi exibe fenômeno óptico muito interessante, conhecido como asterismo* - estrela de 6 pontas e, mais raramente, de 12 pontas.


Os rubis eram considerados pelos Hindus como as pedras mais valiosas porque preservavam a saúde do corpo e da mente.

Antigamente, os rubis eram valorizados por sua invulnerabilidade. Para se chegar a isso, o rubi deveria ser inserido dentro da carne de modo a tornar-se parte do corpo. Aqueles que incrustavam rubis em sua pele acreditavam que se tornavam inatingíveis por quaisquer feridas causadas por lanças.


Segundo a lenda Hindu, o rubi vermelho foi criado a partir do diamante incolor de uma Maharani (rainha) quando esta foi assassinada por um cortesão ciumento. Seu sangue manchou a pedra e todas as outras iguais a ela.


Ouro amarelo, branco e rosé, com diamantes e rubis.



As prescrições modernas são iguais às antigas, que o rubi utilizado por uma pessoa, favorece a circulação do sangue e o coração.

O maior rubi digno de ser lapidado pesou 400 quilates, foi encontrado na Birmânia e foi dividido em 3 pedras menores.

O maior rubi lapidado é o Rubi Edward com 167 quilates, que está no British Museum of Natural History, em Londres.

Localidades: Birmânia, Sri Lanka, Tailândia.Em sua forma bruta e natural, é uma pedra raríssima. A indústria de jóias, por exemplo, utiliza-se de rubis artificiais também. É um tipo de pedra minerada nas regiões da África, Ásia e Austrália. Também é encontrada em Myanmar, Sri Lanka, Tailândia; e nas cidades de Montana e Carolina do Sul nos EUA.
Analogias: Energia: projetiva. Planeta: Marte. Elemento: fogo. Chakra: básico, cardíaco. Tarô: O Imperador. Signo: Áries.
Auxilia na concentração e dá força mental. Fortalece o coração. Deve ser usado com prata na mão esquerda.
Trabalha com sangue e a circulação. Também usado para preservar o corpo, melhorar a saúde mental, remove obstáculos, sonhos ruins, aflições e pensamentos negativos. Ativa a Kundaline.
Amplia o pensamento, cria liderança inspirada divinamente. É a melhor pedra para a cura do coração. O amor é elevado até a abnegação, amor universal, compaixão por toda a vida.
Objetivo: força, alegria, proteção, coragem, compaixão.


Na escala de Mohs, o rubi possui uma dureza 9, em nível de dureza, perde somente para o diamante. Quando um coríndon é encontrado em outras cores, não vermelha, é referido como safira.

O rubi pode ser valorizado em vários níveis, dependendo da cor, do brilho e do formato. Não há rubi simetricamente perfeito, quanto mais próximo da perfeição, mais  cara é a pedra. Além 
do traçado perfeito, a raridade também é um fator de elevação de seu preço.



Fontes: Infoescola, Infojoia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário que, assim que possível, o responderemos! Obrigada pela visita!